A Warner Bros. Pictures acumula sete indicações ao Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2020, distribuídas em três produções do estúdio. O brasileiro Hebe – A Estrela do Brasil, dirigido por Maurício Farias (A Grande Família: O Filme e Vai que dá certo) é o grande destaque com cinco indicações, concorrendo nas categorias Melhor Longa-Metragem Ficção, Melhor Atriz com Andrea Beltrão como intérprete de Hebe, Melhor Roteiro Original pelo trabalho de Carolina Kotscho, Melhor Figurino, com assinatura de Antônio Medeiros e Melhor Maquiagem, por Simone Batata. A principal premiação do setor será realizada com homenagem coletiva aos profissionais da indústria e transmissão pela TV Cultura, no dia 10 de outubro.

A atriz Andrea Beltrão, que deu vida a Hebe nos cinemas e na série de TV, revelou sua admiração pela apresentadora. “Eu me apaixonei muito radicalmente pela Hebe. Pela coragem de ser quem era ela, com todos os limites, com as dificuldades, com as inseguranças, falando muitas besteiras, errando muito, mas também não tendo vergonha de errar. Uma mulher que teve uma infância dificílima, muito, muito pobre, que foi arrimo de família durante muitos anos. Uma mulher que quis se casar, fez um aborto, sofreu, foi abandonada pelo cara que ela gostava, sempre foi super assediada, era tratada muitas vezes como uma mulher qualquer, uma mulher fácil”, conta Andréa.

O longa Coringa, ficção do diretor Todd Phillips, protagonizada por Joaquin Phoenix também está entre os indicados e concorre na categoria Melhor Longa-Metragem Internacional. A versão de Phillips sobre Arthur Fleck, interpretado de maneira memorável por Joaquin Phoenix.

Já na categoria Melhor Longa Metragem Ibero-Americano, o destaque vai para o longa argentino A Odisseia dos Tontos com direção de Sebastián Borensztein.