Dave Grohl decidiu aproveitar a quarentena imposta pela pandemia do coronavírus para contar algumas histórias sobre sua vida em uma série de textos escritas por ele mesmo. De acordo com o músico, que é filho de uma professora com um autor de discursos, ele se rebelou na infância “não prestando atenção a gramática e/ou pontuação na escola”.

O objetivo de Grohl é não só entreter seu público com histórias reais, algo que costuma fazer pessoalmente para o público de seus shows, mas também sair um pouco da rotina do isolamento social. “Sou um doido do cacete que não consegue ficar sentado sem fazer nada”, contou o líder do Foo Fighters no Instagram – confira a nota completa abaixo:

Ver essa foto no Instagram

#washyourfuckinghands #grammer #storytimewithdave #overheardFF #davegrohl #foofighters #backstage #imbored #rocknroll #truestory #rockstories #operator

Uma publicação compartilhada por Dave Grohl (@davestruestories) em

Por enquanto, Grohl não deu uma data para a publicação de sua primeira história.

Por enquanto, não há informações sobre o título do trabalho, ou quantas faixas terá. Sabe-se apenas que este é o décimo álbum de estúdio da banda norte-americana. O antecessor foi Concrete and Gold, de 2017.