O diretor David Ayer voltou a falar sobre a sua versão de Esquadrão Suicida, respondendo um fã que questionou a existência do corte alternativo. No Twitter, Ayer novamente confirmou que o corte existe, mas reiterou que para que seja lançado, fãs devem enviar seus pedidos para a AT&T, dona da Time Warner, e HBOMax, plataforma de streaming do estúdio.

“O corte definitivamente existe. Você precisará pedir para AT&T e HBOMax para que ele veja a luz do dia”, escreveu o diretor.

O diretor James Gunn, que comanda a sequência do filme de Ayer, já confirmou presença no DC FanDome, assim como parte do elenco do longa.

Assim como Liga da Justiça, Esquadrão Suicida também passou por problemas em sua produção, com refilmagens que mudaram a ideia original de Ayer e várias cenas excluídas, especialmente do Coringa de Leto. Recentemente, a empresa AT&T, dona da Time Warner, não descartou a possibilidade do lançamento, respondendo a um fã nas redes sociais que só era necessário um pouco de magia. Lançado em 2016, Esquadrão Suicida fez US$746 milhões na bilheteria mundial.

O próximo filme da franquia, dirigido por James Gunn, usará alguns dos mesmos personagens, mas não terá tantas conexões com a trama. O longa deve se inspirar nas HQs do grupo na década de 1980, escritas por Jon Ostrander e Kim Yale. A estreia é prevista para 6 de agosto de 2021.

Programado para 22 de agosto, o DC FanDome terá novidades de produções como The BatmanMulher-Maravilha 1984, o Snyder Cut de Liga da Justiça, Arrowverse, Stargirl, O Esquadrão Suicida, Aquaman, Adão Negro e Shazam!.