Harry Potter foi escrito em várias partes do Reino Unido. Por conta disso, há uma grande variedade de estabelecimentos que afirmam ser o berço da franquia, dizendo que foi lá que J.K. Rowling começou a escrever as aventuras do Mundo Bruxo. Enquanto alguns não mentem, a autora foi ao Twitter esclarecer as coisas.

Um dos que mais se orgulha disso é a cafeteira The Elephant House, que fica em Edimburgo, na Escócia. Rowling explicou que Harry Potter não surgiu exatamente lá: “Estava pensando em colocar uma seção no meu site sobre as minhas supostas inspirações e berços de Harry Potter. Eu andei escrevendo os livros por muitos anos antes de colocar os pés nessa cafeteira”, afirma. Mesmo assim, ela diz que não é totalmente mentira: “Não é o berço, mas eu escrevi um pouco lá, então vamos dar um desconto para eles.

Já na thread, Rowling desmente alguns outros lugares, como uma livraria de Porto, em Portugal. “Nunca visitei e nem sabia da existência! É linda e adoraria ter visitado, mas não tem nada a ver com Hogwarts

A autora continua explicando que, se algum lugar serviu como berço de Harry Potter, foi o quarto de um apartamento de que alugava em Londres. Ou então em um trem, onde teve a primeira ideia para a trama. E também um hotel em que ficou por uma noite e bolou o conceito de quadribol.

Os sete livros da franquia Harry Potter foram adaptados para oito filmes pela Warner Bros. entre 2001 e 2011. A autora J.K. Rowling trabalha agora na franquia derivada Animais Fantásticos, que já teve dois filmes lançados e tem outros três em desenvolvimento. O terceiro longa será situado no Rio de Janeiro na década de 1930.