J. K. Rowling, autora dos livros da saga Harry Potter, devolveu o prêmio Ripple of Hope (Onda de Esperança) após polêmica dos seus comentários sobre pessoas transgênero. A premiação criada pela fundação Robert F Kennedy Human Rights, tem como objetivo premiar pessoas que demonstraram compromisso com mudanças sociais.

Em comunicado oficial, Rowling afirma que o posicionamento de Kerry Kennedy, presidente da fundação RFKHR foi “incorreto” ao chamá-la de transfóbica e a considerar “responsável por machucar pessoas trans”. Rowling fez questão de relembrar que é uma antiga doadora de caridades voltadas à comunidade LGBT e sempre apoiou o direito de pessoas trans de viver livre de perseguição, mas reafirmou algumas de suas posições justificando sua luta é pelo direito das mulheres.

Rowling afirmou que discorda da posição da RFKHR a respeito do debate entre os direitos das mulheres e direitos das pessoas trans e por isso decidiu devolver o prêmio. “(…) Nenhum prêmio ou designação, não importa minha admiração pela pessoa que o recebeu, significa tanto para mim que eu perderia o direito de seguir as regras de minha própria consciência”. Entenda o caso.