A Netflix divulgou o resultado de uma pesquisa realizada com jovens brasileiros. Os dados, baseados nas respostas de mil pessoas entre 16 e 25 anos, revelaram que esse público especificamente procura se ver representado de alguma maneira nas telas, seja em séries ou filmes – confira o vídeo acima.

De acordo com a empresa, a representatividade tem deixado de ser um problema para uma parte deste público, com 79% das pessoas afirmando que se identificam com conteúdos como Sintonia e Sex Education.

De acordo com Maria Ângela de Jesus, diretora de produções originais internacionais da Netflix, a empresa está motivada a levar histórias cada vez mais diversas para os assinantes, citando produções como Para Todos os Garotos que Já Amei e Atypical.

Os dados foram colhidos pela NetQuest, que conduziu a pesquisa entre os dias 13 e 15 de janeiro deste ano com jovens de 16 a 25 que com acesso a internet e que consumia filmes e produções televisivas por streamingou métodos tradicionais como TV aberta e a cabo.